tabu

O sexo anal é um tabu em pleno século XXI?

Falamos sobre a terceira prática sexual mais comum do mundo, mas continua a ser muitas vezes um enorme tabu em nossa sociedade. Quando falamos com os colegas de trabalho e amigos, nos encontramos muitas vezes com pessoas desejosas de praticá-lo, mas com preconceitos, vergonha e por que não dizer?… o que nojo! O que serve para evacuar pode dar prazer? Sim, estamos falando do sexo anal.
Quais são os tipos de clientes se aproximam de nossa loja com a intenção de praticá-lo, mas com algum tabu?

O homem hétero que quer um lubrificante muito poderoso, porque sua namorada não gosta de sexo anal. Como dói só de lê-lo, verdade? Nestes casos, costumo perguntar: “se não gosta, por que você quer fazer?” Depois de deixá-lo pensar duas ou três segundos, encorajo-o a encontrar a forma de que a sua menina gosta. O lubrificante é muito importante no sexo anal, isso é certo. Nessa área não se lubrifica nunca. Por muita vontade que tenhamos, se praticamos sem lubrificante podemos nos fazer dano. Mas sem vontade é bastante impossível poder fazê-lo sem morrer de dor. A primeira coisa que aconselho ao homem ansioso de penetrar a sua menina é que você deixe a sua menina lhe penetre a ele (pode fazê-lo com um dedo ou um dildo). Depois de uma mini pausa de reflexão, o cara já interessado me pergunta como é que se pode fazer para que não doa. O Bravo! Custou mas vamos por um bom caminho.
Nosso traseiro é como a casa de um vampiro, se você não pedir permissão para entrar, você pode sofrer. Mas, como há que chamar as suas portas?

A) com um dedo.
B) com a língua.
C) com um brinquedo especializado para tal e se é com vibração, melhor.

Depois de fazer a ligação durante um bom tempo ao timbre (isso pode ser meia hora ou um ano e meio atrás), toca-nos entrar. O burro não funciona como uma porta de qualquer um onde enfiar a chave na fechadura e entrar sem mais. Não. Há que dar muitas voltas à chave e abrir mais de uma chave para poder passar. Por isso vão tão bem os dildos com bolinhas ou as bolas tailandesas. De alguma forma, nos colocam desafios. Hoje consegui meter 2 esferas, amanhã igual entram 3.

Uma vez aberta a primeira chave, chega o momento que eu chamo de “cambiazo estilo Indiana Jones”. Esse momento que mudamos o dedo ou brinquedo por um plug. Um pequeno plugue anal. Para começar, é muito recomendável praticar sexo com penetração com o plug posto no ânus. Intensifica muito o prazer, ajuda a dilatar-se e, de alguma forma, nos relaxa. É como deixar a chave pôr sem agobiarse por entrar. Com o tempo, este plug pode ser trocado por outro maior, até o dia em que você vai perceber que seu pau já está pronto para entrar dentro. Como vedes, não é um processo nem fácil nem rápido. Se pretendemos entrar saco, sem tocar a campainha, é quando nos dói e o que não gostamos. Então, se quereis que vosso casal faça algo e vos dá a sensação de que não há muita graça, deixar que ela vos o faça antes a vós. Isso lhe dará confiança e a vontade de fazê-lo.

A pessoa envergonhada. O praticou, sabe que gosta, mas dá muita vergonha de falar sobre isso e até mesmo fazê-lo. Para essas pessoas, o melhor é a Internet. Há inúmeros brinquedos para encantar a nossa zona anal. Milhares de lubrificantes e dilatadores. Não deixe que a vergonha se possa. Esta prática é mais antiga que o mesmo sexo. E não há que associar a homossexualidade entre homens como muita gente pode acreditar. Foi utilizado muitas vezes para evitar a gravidez entre casais heterossexuais. Ou seja, se você é hetero e você gosta de sexo anal, não acredite em nada que você é gay. Nada que ver simplesmente faça videos de sexo e jogue na net, para provar que você realmente não é homo.

A pessoa que dá nojo. Essa solução é fácil. Se você é uma pessoa modesto, não praticar sexo anal de forma improvisada. Você tem que trabalhar um pouco antes. Ir de barriga e limpar toda a área interna com uma ducha anal. Você vai se sentir muito mais confortável e relaxado, se você sabe que não pode aparecer nenhuma surpresa, a porta traseira.

Para resumir. Todos temos um. Homens e mulheres, heterossexuais ou gays. Todos nós podemos gostar ou não, e não a todos por igual. Tome o seu tempo, eu sei progressivo e constante. Se você pode limpar a área, uma hora antes, e ajudá-lo com algum brinquedo sexual melhor. E para terminar, como seu pau é muito grande e jamais poderá abrir essa porta. Não acontece nada. Não se pode ter tudo. E se o caso é o contrário, pois as vantagens de tê-la pequena. Se é que o que não se conforta é porque não quer.